Nosso Povo

Em nosso país existem mais de 45 milhões de pessoas com alguma dificuldade para ver, ouvir, se movimentar ou algum tipo de incapacidade mental. Muitas dessas pessoas (12,5 milhões) possuem grande ou total dificuldade com essas habilidades, e são consideradas pessoas com deficiência.

Ao perguntar à população sobre essa questão, o IBGE procurou captar a percepção sobre a dificuldade em ouvir, enxergar e caminhar ou subir escadas, mesmo contando com facilitadores como aparelhos auditivos, lentes de contato e bengalas. Seguindo orientações internacionais, considera-se “pessoa com deficiência” os indivíduos que responderem ter pelo menos muita dificuldade em uma ou mais questões.

A pesquisa buscou também identificar deficiência intelectual e mental através da compreensão sobre a dificuldade em realizar atividades habituais. Não foram consideradas neste quesito as perturbações, doenças ou transtornos mentais como autismo, neurose, esquizofrenia e psicose.

Dessa forma, se o Brasil tivesse 100 pessoas, aproximadamente 19 delas teriam dificuldade para enxergar, 7 teriam dificuldade em se movimentar, 5 teriam dificuldade para ouvir e 1 teria deficiência mental/intelectual. Ao todo, se o Brasil tivesse 100 pessoas, teríamos 7 pessoas com deficiência.

Se o Brasil tivesse 100 pessoas, seríamos 19 com dificuldade para enxergar (3 com deficiência visual); 7 com dificuldade para caminhar ou subir degraus (2 com deficiência motora); 5 com dificuldade para ouvir (1 com deficiência auditiva); 1 com deficiência mental / intelectual [A mesma pessoa pode ter mais de uma deficiência | Informações simplificadas para fins pedagógicos | Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2010]

É muito importante que o governo e a sociedade pensem em ações para incluir os brasileiros, independente de possuírem algum tipo de deficiência, em todos os lugares da sociedade para que tenham direito à Educação, ao emprego, à saúde e bem-estar.

 

 Saiba mais 

IBGEeduca Jovens Pessoas com deficiência (clique e confira mais informações no texto do IBGEeduca Jovens)