Violência contra adolescentes

A violência física contra adolescentes em suas famílias é um mal, muitas vezes, silencioso. Os agredidos podem não conhecer ou não ter coragem de buscar os mecanismos para resolver o problema. Essa atividade procura sensibilizar os adolescentes sobre o número de estudantes que sofrem violência física por parte de seus familiares, bem como orientar os alunos sobre formas de ação para reverter esse quadro.

objetivos

  • Ler e analisar tabela sobre violência contra adolescentes;
  • Coletar dados em tabela e registrá-los seguindo um roteiro de estudo;
  • Participar de debate expondo suas opiniões e conhecimentos adquiridos sobre o tema;
  • Conhecer documentos que tratam da proteção legal a adolescentes; e
  • Iniciar a compreensão sobre os direitos dos adolescentes.

conteúdos

  • Violência contra adolescentes;
  • Leitura de tabela;
  • Análise, interpretação e comparação de dados; e
  • Legislação de proteção ao adolescente.

recursos

1ª etapa:

  • Professor (a), converse com seus alunos sobre a PeNSE (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar),  uma importante pesquisa, realizada em 2015, com estudantes adolescentes . Para saber mais sobre essa pesquisa, clique aqui.

  • Um dos assuntos abordados pela PENSE diz respeito à violência cometida contra adolescentes em seu ambiente escolar, social e familiar.
    Clique no link, procure com os seus alunos o número 1.16 onde eles terão acesso às tabelas sobre Segurança. Analise com a turma a tabela 1.1.16.7 sobre as agressões praticadas contra adolescentes por adultos de sua família.

  • Distribua uma cópia da tabela para cada aluno e inicie uma leitura coletiva desse material com sua turma. Levante questões que façam uma análise desse material em linhas gerais: porcentagem total de adolescentes agredidos, porcentagem de meninos e de meninas agredidos, porcentagem de alunos agredidos estudantes da rede pública e da rede privada.

  • Agora você vai propor um roteiro para análise individual da tabela que abranja os seguintes assuntos, onde esses dados deverão ser registrados pelos alunos:

    a) As três capitais com maior índice e as três com menor índice de agressões;

    b) As três capitais com maiores e as três com menores percentuais de meninos agredidos; e

    c) As três capitais com maiores e as três com menores percentuais de meninas agredidas.

2ª etapa:

  • Promova um debate sobre os dados pesquisados nas tabelas, as capitais com maior índice de agressão, as cidades onde há mais meninos e meninas que sofrem agressão. Converse com os alunos sobre o que é violência e os danos, físicos e sociais, sofridos pelas vítimas. Destaque os diversos tipos de violência: verbal, simbólica e física.

  • Enriqueça o debate com materiais como: a Declaração Universal de Direitos Humanos e o Estatuto da Criança e do Adolescente. Destaque a ideia do direito que todo ser humano possui de ter sua integridade física, social e psicológica respeitada.

  • Para conhecer mais informações sobre a PeNSE, seus alunos podem utilizar a matéria especial do IBGEeduca Jovens sobre a PeNSE.

complementando

A partir dos dados recolhidos das tabelas e dos debates em aula, organize com os alunos uma campanha escolar de oposição à violência física contra adolescentes. Desenvolva ações de criação de cartazes, apresentações em Power Point e vídeos que exibam os dados das tabelas estudadas, as formas de violência, os danos causados pela agressão e os direitos dos adolescentes que os protegem de agressões.