Culturas temporárias e Culturas permanentes

objetivos

  • Compreender as definições de cultura temporária e cultura permanente;
  • Analisar gráficos sobre os cinco alimentos com maior produção em culturas permanentes e temporárias;
  • Refletir sobre alimentação, uso da terra e importância do espaço rural brasileiro; e
  • Realizar pesquisa sobre os produtos agrícolas estudados na atividade.

conteúdos

  • Produção Agrícola brasileira;
  • Espaço Rural Brasileiro; e
  • Leitura e análise de gráficos.

recursos

  • Gráficos (clique na imagem para download):

1ª etapa:

  1. Converse com sua turma sobre agricultura, espaço rural, alimentação e demais temas sobre a importância do setor agrícola em nosso cotidiano; e

  2. Apresente aos alunos os conceitos de cultura temporária e cultura permanente:

    Cultura temporária: São culturas de curta ou média duração, geralmente com ciclo vegetativo inferior a um ano, que após a colheita necessitam de novo plantio para produzir, como, por exemplo: soja, milho, feijão etc. São incluídos nesta categoria o abacaxi, a cana-de-açúcar, a mandioca e a mamona, que apresentam ciclos de colheita muitas vezes superiores a 12 meses.

    Cultura permanente: São culturas de longo ciclo vegetativo, que permitem colheitas sucessivas, sem necessidade de novo plantio, como, por exemplo, café, maçã, pera, uva, manga, laranja etc.

    Fonte: IBGE

2ª etapa:

  1. Proponha a análise destes gráficos pelos alunos;
  2. Converse com os alunos sobre as toneladas produzidas de cada alimento, se os alimentos observados são comuns à alimentação dos alunos, se são matéria-prima para demais produtos  etc. ;
  3. Divida a turma em grupos e organize uma pesquisa sobre os alimentos estudados. Você pode propor os seguintes temas:
    • Ciclo da agricultura, tempo necessário para o desenvolvimento dos alimentos (do plantio à colheita).
      - Alimentos que são matéria-prima para a indústria na a produção de demais produtos (alimentícios ou não).
      - Alimentos que são exportados.
  4. Após a finalização das pesquisas, organize um grande debate em sua turma sobre as informações coletadas.

De outubro de 2017 a fevereiro de 2018, o IBGE foi a campo para conhecer as características e a produção de todos os estabelecimentos agropecuários do território brasileiro.


Censo Agropecuário, Florestal e Aquícola 2017 é a principal e mais completa investigação estatística e territorial sobre a produção agropecuária do país.

Saiba mais: https://censos.ibge.gov.br/agro/2017/