Matérias especiais

A produção agropecuária brasileira

O Censo Agro 2017* identificou, em seus resultados preliminares, mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários no Brasil, em uma área total de 350 milhões de hectares. Esta área equivale a 3,5 milhões de km2, ou seja, é maior do que os estados de Amazonas, Pará e Minas Gerais juntos.

Em relação ao Censo Agro 2006, a área dos estabelecimentos cresceu 5% (16,5 milhões de hectares, o equivalente ao Acre), apesar da redução de 2% no número de estabelecimentos. 

A região Nordeste foi a única que teve queda tanto no número (menos 131.565) quanto na área (menos aproximadamente 9,9 milhões de hectares) dos estabelecimentos agropecuários. Já na região Sul, mesmo com a queda no número de estabelecimentos (menos 152.971), houve aumento na área (cerca de 1 milhão de hectares a mais).

Confira nos mapas a seguir como estão distribuídas a quantidade de estabelecimentos e a área de lavoura entre as microrregiões brasileiras: 

Lavouras e pecuária

Algumas das produções que se destacam entre as lavouras temporárias (culturas de curta ou média duração e que normalmente necessitam de um novo plantio após a colheita) são a soja e o milho. Enquanto mais de 236 mil estabelecimentos produziram 104 toneladas de soja em grão, os grãos de milho atingiram 91 milhões de toneladas, em 1,6 milhão de estabelecimentos. 

Já entre as lavouras permanentes (culturas de longa duração, as quais, após a colheita, não necessitam de novo plantio, produzindo por vários anos consecutivos), o grande destaque no Brasil é o café torrado, que em 2017 atingiu 47,7 mil toneladas, sendo produzido em cerca de 265 mil estabelecimentos.

No que diz respeito à pecuária, tivemos 172 milhões de cabeças de bovinos no Brasil em 2017, com produção de 30 bilhões de litros de leite de vaca e 316 mil toneladas de queijo e requeijão.

O maior rebanho do país é o de aves (galinhas, galos, frangas e frangos), com 1,45 bilhão de cabeças. A produção de ovos chegou a 4,7 bilhões de dúzias no período pesquisado pelo Censo Agro 2017.

Trabalhadores e equipamentos

Em 2017, havia mais de 15 milhões de pessoas ocupadas nos estabelecimentos agropecuários. Em 11 anos, isso representa uma queda de 1,5 milhão de pessoas, incluindo produtores, seus parentes, trabalhadores temporários e permanentes.

Em sentido oposto, o número de tratores cresceu 49,7% no período e chegou a 1,22 milhão de unidades. Em 2017, cerca de 734 mil estabelecimentos utilizavam tratores.

Do total de produtores:

  • 15,5% declararam que nunca frequentaram escola;
  • 29,7% não passaram do nível de alfabetização, e
  • 79,1% não foram além do nível fundamental.

Além disso, mais de 1 milhão de produtores (23,05%) declararam não saber ler e escrever. Por outro lado, apenas 0,29% dos produtores (cerca de 14,5 mil) frequentaram mestrado ou doutorado, enquanto outros 5,58% (mais de 280 mil) cursaram ensino superior.

Foto de escultura em homenagem aos agricultores, tirada por recenseadora do Censo Agro em Santa Catarina

Além disso, pela primeira vez, o Censo Agro investigou a cor ou raça dos produtores: a população branca é a maior entre os produtores, com 45% (2.291.153 pessoas), seguida de perto pela parda, com 44% (2.242.993), além de 8% para a população preta (422.595). Completam os números os indígenas e os de cor amarela, com 1% (56.183) e 0,6% (33.463), respectivamente.

Agrotóxicos e tecnologia

Os dados mostram que quase 1,7 milhão de produtores utilizaram agrotóxicos. Este número representa um crescimento de 20,4% em relação a 2006, quando quase 1,4 milhão de produtores declararam ter utilizado agrotóxicos.

O uso de irrigação também se ampliou, com aumento de 52% tanto em estabelecimentos (mais de 200 mil) quanto em área (cerca de 6,9 milhões de hectares).

Imagem de aldeia indígena, fotografada por recenseador do Censo Agro no Amapá

Além disso, o acesso à Internet nos estabelecimentos agropecuários cresceu 1.790%, passando de 75 mil, em 2006, para mais de 1,4 milhão de produtores que declararam ter acesso em 2017. Destes, 659 mil (46,2%) acessam através de banda larga, e 909 mil (63,8%) via internet móvel.

O acesso ao telefone também cresceu. Pode-se destacar a evolução observada na existência do aparelho nos estabelecimentos, passando de 1,2 milhão para 3,1 milhões de propriedades com acesso a telefone entre 2006 e 2017, um acréscimo de 158%.

Resultados por estado

Acesse a página de resultados preliminares do Censo Agro e selecione uma Unidade da Federação para conferir o resumo dos principais resultados de produção e dos estabelecimentos agropecuários, por meio de gráficos e destaques: https://censos.ibge.gov.br/agro/2017/resultados-censo-agro-2017.html 


* O Censo Agropecuário 2017 foi realizado pelo IBGE com o objetivo de retratar a realidade do “Brasil Agrário”. Os resultados apresentados nesta divulgação preliminar ainda não incluem cerca de 3 mil questionários que estão passando por processo de validação e 1.213 estabelecimentos de coleta especial (empresas e grandes produtores).

A data de referência da pesquisa foi o dia 30 de setembro de 2017 relativamente às informações sobre pessoal ocupado, estoques, efetivos da pecuária, lavouras permanentes e silvicultura, entre outros dados estruturais.
Para o período de referência, ao qual foram relacionados todos os dados sobre a propriedade, produção, área, volume de trabalho durante o ano, entre outros aspectos, adotou-se o intervalo de 1o de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017.
Entre os endereços visitados, apenas 6.582 (ou 0,13%) não responderam ao Censo Agro 2017. (voltar ao texto)

 

Quer saber mais?

  • No site do Censo Agro 2017, você pode conferir os resultados preliminares, com recortes de acordo com o tipo de dado e região a que se refere
  • Também no site do Censo Agro, você encontra imagens e vídeos que pode divulgar em suas redes sociais e via whatsapp, para compartilhar com seus contatos os resultados da pesquisa
  • As fotos que usamos para ilustrar esta matéria foram algumas das finalistas do 1o Prêmio Fotográfico Censo Agro 2017. Confira as fotos tiradas pelos recenseadores em todo o país!

Canal do IBGE no YouTube Playlist Resultados do Censo Agro 2017

Agência IBGE de Notícias IBGE disponibiliza mapas temáticos do Censo Agro em plataforma digital

Agência IBGE de Notícias Censo Agro 2017: resultados preliminares mostram queda de 2,0% no número de estabelecimentos e alta de 5% na área total

Portal do IBGE Censo Agropecuário